Pesquisa
Filters
Fechar

Sardinha

A coleção Sardinha by Bordallo Pinheiro resulta da colaboração entre a Fábrica de Faianças das Caldas da Rainha, fundada em 1884 por Raphael Bordallo Pinheiro, a EGEAC – Empresa de Gestão e Animação Cultural de Lisboa, e a Câmara Municipal de Lisboa.

A sardinha de faiança originalmente concebida por Raphael Bordallo Pinheiro no século XIX, transformou-se no suporte ideal para materializar o trabalho criativo que a EGEAC desenvolve desde 2003, no âmbito das Festas de Lisboa e do “Concurso Sardinhas Festas de Lisboa”, que elevou a sardinha, icónico pescado da cultura e da gastronomia portuguesa, a um ícone internacional da cidade, sinónimo de animação, das cosmopolitas festas de verão da capital portuguesa.

Filtrar por atributos

Pop Art

Uma sardinha que reflete a alegria contagiante dos santos populares, inspirada nas obras de Andy Warhol, que utilizava cores fortes e variadas para representar a impessoalidade de objetos e celebridades, com o intuito de aproximar a arte à vida comum. A tradição portuguesa também é pop.

Sardinha - La Sardine do Golaço!

A sardinha que sempre acreditou que a Taça ia ser nossa! O que começou como "La sardine dégueulasse" para alguma imprensa estrangeira com azia, acabou em "La sardine do golaço!" para o mundo inteiro. Agora todos os portugueses são campeões graças à nossa sardinha! Viva a sardinha portuguesa que é a melhor da Europa! Viva!

Sardinha Made by You

Integrando a coleção Sardinha by Bordallo, apresentamos a Sardinha Made by You.
Um original conjunto, com uma sardinha por decorar e 6 marcadores especializados para cerâmica, permitindo personalizar a sardinha, e ao mesmo tempo, de uma forma simples, possibilitará experienciar o processo de criação cerâmica em casa.

Todo o processo está explicado na caixa da coleção: 1º limpe a sardinha com álcool etílico, 2º decore a sardinha com os marcadores, 3º deixe secar durante 15 minutos, 4º coza a sardinha no seu forno a 160°C durante 25 minutos.

Dê asas à imaginação e crie uma sardinha única feita por si, ou ofereça uma peça totalmente personalizada a quem mais desejar.

Abano

Canastra

Fatia de Broa

Sardinha - …E, OLÉ!

A sardinha sevilhana tem gosto de avelã; a sardinha andaluza tem sabor de pescada; a sardinha galega, não a engolem, nem na Noruega; a sardinha catalã quer dançar a sardana; a sardinha da Extremadura sabe a tronco de lenha; a sardinha madrilena é pior que a da Extremadura… Portanto, a sardinha espanhola, quando chega a Lisboa, deseja mudar de nacionalidade. E, olé!

Sardinha - Adamastor

O Adamastor é um símbolo do modo destemido como os portugueses enfrentam o desconhecido e as dificuldades.

Sardinha - Arte do Peixe

A arte está em todo o lado.

Sardinha - Barcela

Uma homenagem à famosa lenda do galo de Barcelos que salvou um galego e se tornou parte da cultura folclórica e simbólica de Portugal. Para a artista, as cores e o mito do galo de Barcelos remetem intensamente para a estética lusitana desde a sua infância.

Sardinha - Bartina

Bartina é uma sardinha surfista que sonha em nadar nas águas quentes do México. Tem fogo na alma mas sabe que a vida é frágil. É uma sardinha portuguesa, mas com “salero”.

Sardinha - Buraco Negro

No universo das sardinhas há sempre um gato como um buraco negro…

Sardinha - Caldo Verde com Chouriço

Se há iguaria sempre presente durante as festas, é o caldo verde! Quente, bom e, obviamente, enriquecido com generosas rodelas de chouriço. Se o chouriço fosse gente, seria decerto esta a sua reação ao cair desafortunadamente no meio do caldo verde!

Sardinha - Cervantina

Homenagem ao romancista, poeta e dramaturgo Miguel de Cervantes y Sardina (1547-1616), o maior escritor de língua espanhola, autor de Dom Quixote.

Sardinha - Coimbra

Esta Sardinha, com a sua toga preta, gosta de se instruir mas também de se divertir. Ela é desafiadoramente a melhor da sua turma! Quando não está a estudar para conseguir as fitas coloridas da Universidade, gosta de tocar Fado de Coimbra na sua guitarra até altas horas da noite. Esta sardinha representa a juventude, a energia e o romance que são únicas nesta cidade.

Sardinha - Conquistadores (…Todos os Dias)

Esta é uma referência aos barcos e passageiros que cruzam o Tejo todos os dias, de Lisboa para o Barreiro, por exemplo. Estes são os conquistadores de todos os dias!

Sardinha - Constelação

A sardinha Constelação
Tem alma de artista
Sangue na guelra
Salero otimista;
De alegres cores garridas
Vagueia por Lisboa
Enamorada de luz tão bela
Que em toda a cidade ecoa.

Sardinha - Do Fundo do Mar

No fundo do mar há brancos pavores,
Onde as plantas são animais
E os animais são flores.
Sophia de Mello Breyner Andresen

Sardinha - Foguete

O foguete representa uma tentativa atual e futurística de aventurar-se no desconhecido como as naus portuguesas. O rapaz é a encarnação da coragem, curiosidade e histórias dos desbravadores portugueses.

Sardinha - Francisquinha

Chiquita bacana lá da Martinica se veste com uma casca de banana nanica; não usa vestido, não usa calção, inverno pra ela é pleno verão, existencialista com toda razão, só faz o que manda o seu coração.

Sardinha - Janela de Alfama

Esta sardinha transmite o espírito festivo de um bairro típico alfacinha. É uma Janela de Alfama cheia de vida, adornada a preceito, pronta para receber as festas de Lisboa, nas noites mais coloridas da cidade.

Sardinha - London

Fish and Chips embrulhado em papel de jornal londrino, o Punk, os chapéus de coco dos banqueiros, o metro e a linha do horizonte resultaram nesta sardinha de Londres cheia de street edge. O contraste entre a Rainha, os tecidos tradicionais, as natas e o chá servido nos hotéis londrinos, o táxi preto e os detalhes bordados dos trajes Reais, conferem a esta sardinha a verdadeira essência da vida londrina.

Sardinha - Maria Ninguém

Hoje, a sardinha veio à minha janela, e pediu‐me uma história sobre ela… e eu contei. Uma das magias da imagem é o facto de nos permitir liberdade interpretativa. Descobrir várias histórias, dentro da história de alguém. Esta foi a minha história, a sua qual é?!

Sardinha - Ó Meu Amor

Inspirada nos versos de amor que as minhotas bordavam em lenços para os seus namorados, esta sardinha representa a promessa de amor infinito. Os Lenços dos Namorados são reconhecidos pelo uso de cores fortes, símbolos amorosos e erros ortográficos. Foi um ritual de conquista romântico em que as agulhas eram o teclado daquele tempo.

Sardinha - Pack 2 Sardinhas Escritores

Sardinha - Pack 2 Sardinhas Festa!

Sardinha - Pack 2 Sardinhas Paris

Sardinha - Paris 16h24

Rendez vous em Paris, Pont des arts, 16h24, o céu fica encoberto…

Sardinha - Paris 16h32

Rendez vous em Paris, Pont des arts, 16h32, algumas gotas de chuva…

Sardinha - Pasta de Dentes

Representa o sabor que estará na boca de toda a gente durante as Festas de Lisboa e também presta uma homenagem a um produto tradicional e querido dos portugueses.

Sardinha - Pedro Cabrita Reis

“ESTA SARDINHA JÁ NÃO É DO BORDALLO, AGORA É DO PEDRO CABRITA REIS”. Edição especial numerada e limitada a 75 exemplares.

Sardinha - Porto

Vanguardista e revolucionária, esta sardinha é um patchwork que contrasta o clássico com o moderno, o decorativo com o gráfico, a nova arte com o industrial. Os azulejos, a Ponte D. Luís, o Barco Rabelo, o Rio Douro, as casas coloridas, a agitação dos mercados reflectem uma cidade divertida e cosmopolita que gosta de se mover e agitar com o tempo. O seu próprio tempo!

Sardinha - Quentes e Boas

Inspirada nos vendedores de rua das populares castanhas assadas, esta sardinha, ainda a fumegar, é feita de tradição, muito sabor e gosto pelo que é nosso.

Sardinha - Santo António

Símbolo padroeiro de Lisboa, Santo António traz ao colo o Menino Jesus e abençoa os casamentos. Oferece à cidade uma festa tradicional sem rival, em que a alegria está engalanada com manjericos e a figura maior é sua alteza Dona Sardinha.

Sardinha - Sardinha Bêbada

Parabéns! É o feliz proprietário de uma Sardinha Bêbeda. O artigo aqui apresentado possui características que dele fazem um dos objectos de decoração mais necessários para a mulher e o homem modernos, oferecendo uma dose individual de bagaço nacional (não incluído), bonita recordação das Caldas da Rainha. Edição especial numerada e limitada a 99 exemplares.

Sardinha - Super Zé

O Zé Povinho é agora um super-herói. Depois de ter enfrentado corajosamente as políticas de austeridade, as intromissões da Troika e os escândalos de corrupção, eis que o nosso Zé se mantém firme. De peito feito, mostra coragem e perseverança e está pronto a enfrentar todas as tormentas com um único intuito: o de vencer. O Super Zé, que está dentro de cada um nós, resiste, persiste e não desiste.

Sardinha - Surpresa

Portugal recebe a sardinha directamente do mar. Em muitas partes do mundo conhecemo-las abrindo a lata e encontrando assim, como uma caixa de lápis de grafite, uma ordenada fila de sardinhas... Sempre tive a sensação que se abrisse uma sardinha, encontraria lá dentro outra coisa.

Sardinha - Trinca-Espinhas

Nas Festas de Lisboa há comida e bebida à discrição, há encontros em mesas cheias, há risos e levantar de copos. Porém, no fim, restam apenas o silêncio, os copos vazios e os trinca-espinhas no chão. A calçada fica enfeitada com o sobejo da noite mais bonita de Lisboa.

Sardinha - Vendedor de “Mines”

O Santo António é sinónimo de enchente nos nossos bairros mais típicos e tudo se faz para manter animada a noite e arrecadar uns trocos! Um caixote, muito gelo, “mines” fresquinhas e siga a festa!

Sardinha - Venezia

Veneza, mascarada e pronta para o Carnaval na cidade do mistério, romance, música e drama. Inspirada nos frescos renascentistas das igrejas, nos tecidos e bordados venezianos, nos canais da cidade e na mistura de elementos gráficos arrojados, esta sardinha desliza na água dos canais mais rápido do que uma gôndola.

Sardinha- Gato

Este é um gato verdadeiramente amante de sardinhas de Lisboa. Comeu tantas sardinhas que, inevitavelmente, acabou por se transformar numa delas.

Sardinha- Miami

Inspirada no pôr do sol de Miami em South beach, nos tecidos das camisas havaianas usadas pelos gangsters e nos edifícios Art Déco da Avenida Colins e suas cores contrastantes, não esquecendo o surf e os desenhos das suas pranchas. Flamingos rosa, os sinais de néon e os Cadillac rosa mostram o glamour kitsch de Miami que tanto se aprecia.

Sardinha- New York

Inspirado nos graffitis de Nova Iorque, na estátua da Liberdade, na vida urbana da Big Apple, nos jeans, nos teatros da Broadway, no beisebol, na Wall Street e no dólar. As luzes vibrantes e o bigger than life! funk da cidade dão a esta sardinha cores vibrantes que se destacam de todas as restantes. Esta sardinha é moda, é rua, é determinada, rápida, divertida e está pronta para a festa com todas as cores e a essência de um verdadeiro nova-iorquino!

Sardinha- Prato do Dia

Escrito em lousa, pendurado à porta dos cafés e tascas de Lisboa como um convite aberto, o Prato do Dia é de abrir o apetite a quem passa. E a ementa de hoje é uma sardinha bem fresquinha. Bom apetite!

Sardinha- Ronrom

Esta sardinha conta uma história de amor e gula entre bichos. A sardinha acaba geralmente no papo do gato, que no final lambe as patas ao sol. Nesta versão, o gato parece ter sido deglutido pela sardinha, numa inversão da ordem natural das coisas. Mas, olhando mais atentamente, vemos restabelecida a ordem natural das coisas, basta atentar na expressão deles.

Sardinhas - Pack 2 Sardinhas No Ar

Pack 2 Sardinhas Gatos

Sardinha - Correio

Há quanto tempo não envia uma carta? Esta Sardinha evoca a saudade de um gesto que se está a perder nos dias de hoje e releva a importância de perpetuarmos as nossas tradições.

Sardinha - Amparo

Proprietária da famosa casa de Fado Mas que grande lata a tua!, Sardinha Amparo é fadista de alma e coração. Dona de uma voz inconfundível, põe no Fado a sua vida, os seus desamores e amores. Especialmente os amores... Amparo é conhecida por ter casado 7 vezes e meia, sempre com peixes bastante mais novos.

Sardinha - Conde Espichel

Figurão da nobreza lisboeta do séc. XVIII, tem gostos requintados e tiques de linguagem como Oh la la!ou Et, voilá!, que está sempre a aplicar. Organiza o Salon Musical et Littéraire, recebendo os convidados recostado num leito, ao estilo do século anterior, na Chambre Bleu do seu palacete em Belém.

Emigrante

Esta Sardinha nasceu dos assuntos predominantes nos noticiários, como a crise e a emigração. Uma analogia com os envelopes de correio e mensagens que os emigrantes enviam aos seus familiares. A imagem do verso é a da rede de transportes de Bordéus, onde esperava ter conseguido ficar a exercer a minha profissão.

Sardinha - Farol

Inspirada nos numerosos faróis existentes na costa portuguesa, esta Sardinha remete para a ideia de viagem a um mundo longínquo, real ou imaginário, assim como para o eterno regresso a casa após a descoberta do mesmo.

Sardinha - Heroes do Ar

A Sardinha é do POVO… Tal como são as memórias da nossaHistória. Em 2012, a Sardinha envelheceu e contou uma história sobre um feito realizado com as velas da Cruz de Cristo, os Heroes do Ar. Sacadura Cabral e Gago Coutinho, deram enorme contributo à História da aeronáutica, ao realizarem a Travessia Aérea do Atlântico Sul em 1922.

Sardinha - Noiva

Uma Sardinha Noiva atrevida, que celebra e homenageia as Noivas de Santo António, o “Santo Casamenteiro” na tradição popular alfacinha.

Sardinha - Pessoana

Porque é do português, pai de amplos mares, querer, poder só isto:ser nada. E ser pessoa num mar de gente. Ser gente. Inundar. Enxugar. Chorar. Boiar. Levantar e voltar a mergulhar. Ser pescado. Ser eviscerado e sobreviver: o inteiro mar, ou a orla vã desfeita – O todo, ou o seu nada (In D.João Infante de Portugal, Mensagem, Fernando Pessoa)

Sardinha - Preia-mar

A Sardinha Preia-Mar é uma alusão à pesca em alto mar, simbolizando a imponência do mar, o poder de paz e tormenta que nos reduz, que nos reduzem. O mar inteiro dentro de uma Sardinha.

Sardinha - Santa Justa

Era apenas uma Sardinha anónima e pálida. Procurava ganhar cor e participar nas Festas de Lisboa. Como ícone das Festas, merecia uma ilustração monumental. Desta forma, procurei criar uma simbiose entre a sardinha e o elevador de Santa Justa. A Sardinha Santa Justa, outrora anónima e pálida, desfila agora cor e tradição.

Sardinha - Sardinha Natural

A sardinha, com a sua cor negra e azul prateada, mais escura no dorso e mais clara nos flancos e ventre, é encontrada no Atlântico nordeste e no Mar Mediterrâneo, onde habita em zonas costeiras, entre 25 a 100 metros de profundidade. Efetua migrações em grandes cardumes que durante o dia se protegem dos predadores, em águas mais profundas, e à noite sobem para águas mais superficiais para se alimentarem de algas e pequenos crustáceos. Reproduz-se de outubro a abril, uma altura em que é mais magra e não tão saborosa. A sardinha é o peixe mais popular das festas e arraiais de verão em Portugal, e também a principal espécie usada na indústria conserveira portuguesa.

Sardinha - Tejo

A Sardinha Tejo tem a melhor vista de Lisboa. Do rio vê as pessoas, os telhados e o Castelo, vê a ponte e os barcos, as partidas e os regressos que fazem a cidade viver. É uma Sardinha de sorte – e, como dizia Amália, Tem água, sabe nadar / Quem me dera ser sardinha.

Sardinha - Tenório

Sardinha Tenório é um verdadeiro portento da guitarra portuguesa. Conhecido no universo mais exclusivo do Fado por ser um bon vivant irresistivelmente sedutor e confesso amante da noite e do escabeche, Tenório transborda charme por todas as escamas. E não há dourada, tainha ou raia que resista aos seus encantos.

Sardinha - Tóni

Tóni é uma Sardinha dada ao galanteio, que nasce como homenagem ao fura-vidas lisboeta. De tipo gingão e atrevido, brejeiro e com sangue na guelra, Tóni faz a vida a biscates. Calçada acima, travessa abaixo, segue ligeiro, de olhar atento e guloso, enquanto distribui piropos às meninas que passam - Eh carapau!

Sardinha - Ukiyoe

A Iwashi-Nobori é uma Sardinha inspirada no Koinoboshi japonês. O Koinoboshi é o dia das crianças, e a carpa é o simbolo de força, persistência, bravura e sucesso. Esta Sardinha portuguesa, pintada ao estilo Ukiyoe, deseja força, persistência, bravura e sucesso às crianças portuguesas.

Sardinha - Pack 2 Sardinhas Fado

Sardinha - Pack 2 Sardinhas Casal

Sardinha - Pack 2 Sardinhas Mar